O protagonismo da Tesouraria

Em 2004, produzir no Brasil era 3% mais barato do que nos Estados Unidos. 10 anos depois, é 23% mais caro! A conclusão é de um novo estudo da consultoria BCG (Boston Consulting Group) sobre custos nas 25 maiores economias exportadoras do mundo.

Estudos como estes apontam fortemente a perda de competitividade do país no cenário internacional, o que impacta diretamente a lucratividade das empresas. Vale lembrar que este estudo não contemplou outras mazelas brasileiras que também impactam a nossa competitividade, como o Custo Brasil.

Neste cenário, é fundamental que as empresas tentem buscar no ambiente interno alternativas para aumentar a sua produtividade, assim como a sua rentabilidade. Investir em projetos inovadores que consigam gerar diferenciais competitivos é sempre uma alternativa interessante!

A Tesouraria pode ser protagonista neste contexto ao buscar novas soluções que auxiliem a sua empresa na busca por melhores oportunidades. Há muito tempo se tem buscado novas oportunidades com uso de tecnologias diruptivas nas área financeiras, nascendo assim conceitos como FinTech, e Supply-Chain Finance (este temas foram tratados individualmente em outros posts!).

A sua área pode deixar de ser apenas mais um centro de custo para se tornar um centro gerador de ganhos econômicos para o negócio, desempenhando um papel mais proativo na geração de resultados para sua empresa. Quer saber como? Nós podemos te ajudar. Entre em contato conosco!

Quer ver o estudo da BCG na íntegra? Clique aqui!

 

 

Sobre o autor Ver todos os artigos Site do autor

Manuela Soares