Qual o passo a passo para criar um Programa de Antecipação de Recebíveis para seus fornecedores de excelência?

programa de antecipação de recebíveis

Imagino que você já está convencido da importância de se oferecer condições interessantes para que os seus fornecedores recebam com o menor prazo possível,  certo?  Se não, leia este post

Se sim, vamos compartilhar com você qual é o passo a passo para estruturar um bom programa de antecipação de recebíveis. Vamos lá!

1 – Faça conta!

É importante que se faça uma avaliação financeira inicial. Avalie a base do seu contas a pagar dos últimos 12 meses. Avalie o perfil dos seus fornecedores quanto ao seu tamanho (pequenos, médios e grandes). Faça uma curva ABC, considerando o volume a pagar por perfil. Estime que inicialmente o seu volume antecipado varia entre 1-10%. Defina uma taxa de desconto média, por exemplo 2,5% a.m. (Lembre-se de comparar com os rendimentos financeiros do seu capital aplicado).

Pergunte-se: o volume financeiro em questão é interessante para o negócio? Ter esta resposta é fundamental para conseguir a atenção do CFO da empresa, bem como das pessoas que participarão da solução.

Também sugerimos fazer algumas projeções destes números para os anos consecutivos.

2 –  Decisão tomada! E agora?

Assumindo que você conseguiu sensibilizar todas as pessoas necessárias na sua empresa e teve o “GO” para seguir em frente, é importante que o assunto seja tratado como um PROJETO, e que portanto precisa ser planejado, executado e avaliado.

Sugerimos que comece com um PILOTO por exemplo de 100 fornecedores. Conseguindo bons resultados, você expande para uma base maior.

3 – Fale com seus fornecedores!

Um bom planejamento deve considerar inicialmente o seu principal cliente: os fornecedores. Tendo em vista que o passo 1 foi realizado, faça uma pesquisa com uma pequena amostra dos seus fornecedores. Entre em contato com eles por telefone mesmo para entender melhor a realidade financeira deles. Explique que vocês estão trabalhando na criação de um programa para eles e que gostariam de saber a sua opinião quanto a isso. Você irá se surpreender com as respostas e como as pessoas são extremamente receptivas em relação ao assunto!

4- Escolha uma plataforma tecnológica!

Inicialmente, você pode começar o seu programa de antecipação de forma manual, porém dificilmente você conseguirá otimizar os seus resultados ao longo do tempo. Uma boa plataforma pode acelerar o seu processo de aprendizado e de resultados. Veja este post que detalha as diversas razões pelos quais você deve contratar uma plataforma tecnológica de automação. 

5 – O Marketing pode ser seu aliado!

Normalmente, pequenos fornecedores possuem baixo nível de profissionalização financeira. É importante que seja criada uma campanha de marketing para divulgar e informar a iniciativa junto aos seus fornecedores. É importante que eles saibam que não há “taxas escondidas” e que o mesmo é apenas um convite para que antecipem se e quando quiserem.

Lembre-se de checar se há um mailling dos responsáveis financeiros dos seus fornecedores. Caso não haja, você terá um trabalho adicional que é criar a base de contatos dos seus fornecedores.

Use e abuse das ferramentas de marketing como e-mails, videos tutoriais, hotsites, etc. O importante é que a mensagem seja clara e chegue a quem decide no financeiro do fornecedor.

6 – Acompanhe os resultados

Monitore diariamente os resultados das campanhas de divulgação. Depois da operação rodando rotineiramente, você precisará monitorar apenas os indicadores chaves definidos no planejamento.

Desenvolva agora mesmo seu próprio programa de antecipação de recebíveis!

Você quer mais dicas? Entre em contato conosco!

Sobre o autor Ver todos os artigos Site do autor

Manuela Soares