Categoria -Capital de Giro

Comparativo: Risco Sacado X FIDC X Desconto Dinâmico

Micro e pequenas empresas são parte essencial da cadeia produtiva brasileira, ao participar desde a produção de insumos, passando pela venda de matéria prima, até a compra e revenda de produtos para que eles cheguem as mãos do consumidor final. Com a dificuldade financeira e burocrática para acessar capital de giro, como já falamos por aqui, o endividamento dessas empresas alcançou o recorde em 2014, conforme dados também já apontados no nosso blog. Tendo em vista o cenário sistêmico em que estamos inseridos, procurar novas soluções para o problema de capital de giro das MPE’s é fundamental não só para alimentar a cadeia produtiva, como também para uma melhora geral na nossa economia.

Na tentativa de solucionar o problema de capital de giro das empresas, alguns novos produtos surgiram no mercado, como o Risco Sacado, o FDIC, e também a solução Quartilho de antecipação de recebíveis (desconto dinâmico). Continue lendo

Desintermediação Financeira: uma opção prática e econômica

A Desintermediação Financeira é o processo de deslocamento de atividades financeiras, através da eliminação de instituições financeiras em operações tradicionais como captação de recursos. Prática comum de grandes empresas, e cada vez mais adotada também por médias, a desintermediação financeira aparece cada vez mais como opção mais prática e econômica para manter o capital de giro das empresas e melhorar a sustentabilidade econômica das companhias. Continue lendo

Conheça o mais novo programa de antencipação de recebíveis privado dos EUA!

Já falamos por aqui sobre altos custos e as dificuldades burocráticas para que pequenas e médias empresas mantenham o capital de giro necessário, e também sobre seu endividamento progressivo observado nos últimos anos. MPE’s são geralmente fornecedoras de grandes empresas; quando enfraquecidas, acabam por prejudicar toda a cadeia produtiva, o que torna fundamental a criação de estímulos para o segmento. Continue lendo

Por que os fornecedores das cadeias produtivas tem dificuldade de acesso ao capital de giro?

O Brasil tem, atualmente, cadeias produtivas complexas e variadas. Entre o produtor inicial de uma mercadoria e aquele empreendedor que vende o produto no varejo, existem diversas etapas de trânsito, seja no fornecimento de insumos produtivos, seja na compra e revenda do produto para que ele chegue até o consumidor final.

Micro e pequenas empresas, que apesar de menores são parte essencial da cadeia produtiva nacional, necessitam de capital de giro para alavancar seus negócios e expandir suas ações comerciais. Sem esse capital de giro, muitos negócios são obrigados a reduzir suas vendas, inadimplir certas obrigações financeiras, aumentar suas despesas e elevar os custos de produção, que impactam diretamente no custo de produção das empresas de maior porte, e consequentemente no produto de forma geral.

Continue lendo

Quanto custa o capital de giro para os seus fornecedores?

Toda empresa precisa de recursos financeiros não só para manter-se, como também para expandir os negócios. Segundo análise do IEF – Instituto de Estudos Financeiros, o capital de giro representa 30 a 40% do total dos ativos de uma empresa, e por sofrer impacto do ambiente externo e interno, ele exige um esforço constante do administrador financeiro.

Pequenas e grandes empresas no Brasil sofrem dificuldades em manter uma reserva financeira para formar e financiar estoques, gerenciar suas contas e manter a salubridade dos seus negócios. Para manter seu capital de giro, a maioria das empresas apela para empréstimos a curto ou longo prazo, debêntures ou venda de ações. Quanto custa e quais as dificuldades para manter esse capital de giro?

Continue lendo

Impacto do capital de giro no Custo Brasil: como isso afeta os negócios?

O “Custo Brasil” é uma expressão que tem sido frequentemente apontada como a principal causa da perda de competitividade da economia, e sobretudo, da perda de competitividade do setor industrial.

Apesar da importância atribuída ao Custo Brasil, trata-se de um conceito pouco compreendido. Este artigo tem como objetivo trazer esclarecimento sobre o assunto e apresentar como o custo de capital de giro impacta a competitividade das empresas.

Continue lendo